Notícias
 
TV Cabo atinge «break even» no semestre; detém quota de 81,16%
 
     
 

Os clientes da televisão por cabo da TV Cabo do grupo PT Multimedia totalizaram os 974 mil, no final do primeiro semestre, o que representa uma quota de mercado de 81,16%. A empresa atingiu o «break even» no primeiro semestre de 2002.

No conjunto dos subscritores de televisão por cabo e por satélite, a TV Cabo detém 1,231 milhões de clientes, mais 16,1% do que o registado no primeiro semestre de 2001, diz a PT Multimedia no comunicado de divulgação dos resultados dos primeiros seis meses de 2002.

A Anacom divulgou esta semana que o número de assinantes dos serviços de televisão por cabo, em Portugal, aumentou 17%, no segundo trimestre de 2002, face ao período homólogo, para os 1,2 milhões.

A TV Cabo registou, na primeira metade de 2002, um total de 257 mil clientes de televisão por satélite, o que traduz um crescimento de 46% relativamente ao primeiro semestre de 2001, adianta a PT Multimedia.

TV Cabo atinge «break even» no primeiro semestre de 2002
No primeiro semestre de 2002, a TV Cabo registou «pela primeira vez na sua história, o break even em termos de resultados líquidos.

No final da primeira metade de 2002, a TV Cabo registou um resultado líquido de 814 mil euros.

A TV Cabo investiu um total de 32,1 milhões de euros, dos quais 11 milhões de euros foram empregues em equipamento terminal. No final dos primeiros seis meses de 2001, a TV Cabo tinha investido 45,3 milhões de euros.

Este acréscimo deve-se «sobretudo ao menor volume de equipamento terminal alugado e ao abrandamento do esforço de investimento no negócio de televisão digital interactiva», explica a PT Multimedia.

A TV Cabo registou receitas de exploração de 172,3 milhões de euros, mais 35,9% do que em igual período homólogo.

Os resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) da TV Cabo atingiu os 30,7 milhões de euros no semestre, «praticamente o dobro do EBITDA apurado em igual período no ano de 2001», refere a empresa.

Os custos da empresa liderada por Graça Bau (na foto) ascenderam aos 168 milhões de euros, tendo crescido 28,5% face ao primeiro semestre de 2001.

A TV Cabo reduziu em 194 colaboradores a força de trabalho para os 930, no primeiro semestre face ao período homólogo de 2001. Esta redução de pessoal compensou o aumento do custo médio mensal por colaborador.

SportTv com mais 40 mil subscritores no semestre
A SportTv, canal de desporto pago, detinha um total de 375 mil clientes, um acréscimo de 40 mil subscrições face ao primeiro semestre de 2001, com o «regime de quase exclusividade do Mundial de Futebol de 2002» que decorreu em Junho deste ano no Japão e Coreia, explica a PT Multimedia.

Nos canais premium (pagos), a TV Cabo controlava, no final do primeiro semestre, 820 mil assinantes, mais 38,3% do que no primeiro semestre do ano anterior.

Em relação aos canais de cinema pagos, a TV Cabo aumentou em 34,6% o número de clientes no primeiro semestre, impulsionado «pela melhoria da qualidade da programação» e da introdução do novo canal Disney em Dezembro de 2001, sublinha a empresa de media e Internet do grupo Portugal Telecom [Cot, Not, P.Target].

As acções da PTM cotavam nos 7,27 euros a subir 0,97%.


por Bárbara, Leite
Fonte - www.negocios.pt

 
     
  <voltar  
     
  17 de Outubro de 2018  

 

   
 
 Desenvolvimento por VIDAMnet Dep. de Design